Go to ...
CFNotícias on YouTubeRSS Feed

Crítica: Casamento Grego 2


Pôster de Casamento Grego 2

Sempre há o risco das sequências de filmes que possuem uma história bem definida e com um final bastante resolvido serem inferiores em relação ao antecessor. Confesso que fui assistir a “Casamento Grego 2”, continuação da divertida comédia de 2002 que relata a história de Toula (Nia Verdalos) e Ian (John Corbett), com esse pensamento.

Felizmente, o longa dirigido por Kirk Jones (O Que Esperar Quando Está Esperando) mostrou que há exceções a essa regra. Cativante e descontraído, o retorno de um dos casais mais simpáticos do cinema, se não for superior, pelo menos mantém o bom nível do primeiro filme. O que é ótimo!

Sem dúvida, a volta de todo o elenco original contribui para que o resultado seja positivo. Mais uma vez, podemos ver os divertidos conselhos constrangedores da Tia Voula (Andrea Martin), o desejo de Gus (Michael Constantine), pai de Toula, em arranjar um marido grego para a neta Paris (Elena Kampouris), e, claro, o romance entre o casal protagonista.

Além disso, a inclusão de novos personagens é outro ponto forte do filme. Um dos destaques é a ótima Elena Kampouris (Homens, Mulheres e Filhos), que vive bons momentos como a filha de Toula e Ian (a última cena do longa certamente é uma das mais engraçadas).

Na história, a personagem de Verdalos está em crise, pois percebe que a filha quer fazer uma faculdade em outra cidade para ficar longe da família. Enquanto isso, Gus descobre que sua certidão de casamento não foi assinada pelo padre, o que o obriga a casar oficialmente com Maria (Lainie Kazan). A partir daí, começam os preparativos para mais uma festança da família Portokalos.

Se há um deslize nessa continuação, é justamente repetir as mesmas piadas do primeiro longa. Não que isso atrapalhe a diversão, mas dá aquela sensação de faltar algo novo e criativo na trama.

No entanto, uma coisa é fato: para quem gosta do primeiro filme, Casamento Grego 2 é uma bela homenagem, pois mantém a mesma fórmula do antecessor e um humor leve que deve agradar toda a família. Por isso, faça como os gregos e quebre os pratos para celebrar a chegada dessa divertida comédia.

por Pedro Tritto – Colunista CFNotícias

Tags: