Go to ...
CFNotícias on YouTubeRSS Feed

Crítica: Memórias Secretas


Cena de Memórias Secretas

Não importa quanto tempo faz que a Segunda Guerra Mundial acabou. As barbaridades que Hitler e os Nazistas fizeram ainda chocam e causam reflexão nas pessoas. Por isso, o tema até hoje é usado como fonte de inspiração para bons filmes, que, além de relembrar os horrores do conflito, nos mostram que sempre há algo novo para ser explorado.

“Memórias Secretas”, novo longa estrelado por Christopher Plummer (A Noviça Rebelde), é o mais novo integrante da galeria de ótimos filmes sobre um dos piores conflitos da humanidade. Ótimo filme porque emociona, surpreende e traz um olhar diferente sobre o Holocausto e o nazismo em si.

O longa dirigido por Anton Egoyan (O Preço da Traição) tinha tudo para ser sonolento e cansativo. Felizmente, isso não acontece. E não é só por causa do seu tema delicado, que ainda comove as pessoas, mas também pelo belo trabalho de Plummer na pele do protagonista Zev Guttman.

Com uma atuação marcante, o ator chama todas as atenções para si ao mostrar as nuances de um senhor inseguro, com um estágio avançado de demência, que, mesmo sem se lembrar direito, sofre com o que aconteceu no passado.

E esse é o ponto de partida da trama. Após perder a esposa, Zev parte em uma missão que envolve matar o nazista assassino da sua família e a do seu amigo, Max Rosenbaum (Martin Landau). Auxiliado por uma carta e com alguns suspeitos em sua mira, ele foge do asilo em que mora e começa uma jornada dolorosa, que envolve suas memórias comprometidas.

Desde o início, é perceptível um roteiro bem construído pelo estreante Benjamin August, afinal de contas, consegue surpreender no final e chocar o espectador. A trilha sonora de Mychael Danna também contribui para isso, pois não deixa o ritmo da história cair e tem o tom necessário para transmitir o drama e a tensão do protagonista.

De maneira geral, o longa de Egoyan merece ser visto, pois tem um bom elenco e uma história interessante. E mais um ponto importante: Para falar sobre nazismo e Segunda Guerra Mundial o filme precisa ser forte e isso “Memórias Secretas” é com absoluta certeza.

Por Pedro Tritto – Colunista CFNotícias

Tags: