Go to ...
CFNotícias on YouTubeRSS Feed

Angry Birds – O Filme: Falamos com os dubladores brasileiros


Imagem da animação Angry Birds: O Filme

Antes da estreia de “Angry Birds: O Filme” (acontece em 12 de maio), a equipe do CFNotícias marcou presença na coletiva de imprensa com os dubladores nacionais da animação. Nela, os protagonistas Marcelo Adnet (Muita Calma Nessa Hora), Fábio Porchat (Meu Passado Me Condena) e Dani Calabresa (Superpai) conversaram com os jornalistas e ainda esbanjaram irreverência na hora de falar sobre o novo lançamento.

A mais animada foi Calabresa, que já chegou contando suas semelhanças com Matilda, sua personagem. “Ela é zen, mas do nada se descontrola e dá uns gritos desesperados. Com isso, vi que era preciso segurar a voz e depois dá uma de louca. Amei! Essa sou eu praticamente”, falou a humorista, que também dublou a Nojinho, de “Divertida Mente”.

Para quem conhece o jogo original, criado para celulares e tablets, um dos pontos fortes do longa é justamente saber encaixar os principais elementos do game, como o estilingue e os famosos porcos verdes.

“Enquanto assiste, você fica perguntando quando aquilo que tem no jogo vai acontecer. Quando chega os porcos, aí você lembra que é para atirar neles e quando vê o estilingue aí percebe a essência do game. Acho que o filme resolveu bem essas questões”, disse Marcelo Adnet, dublador do protagonista Red.

Outro membro que também mostrou descontração ao longo do papo com os jornalistas foi Fábio Porchat. Com experiência em dublagem (fez a voz do Olaf, de “Frozen – Uma Aventura Congelante”), o ator comentou sobre sua interpretação do pássaro amarelo Chuck.

“Quando você dubla, já vem tudo certinho. O texto está pronto e as coisas precisam ser feitas da forma que foi pensada originalmente. O legal foi que o Manolo (Reis, diretor), deixou a gente colocar expressões novas, que se encaixavam no vocabulário do filme”, disse.

“Angry Birds: O Filme” acompanha Red, um pássaro com problemas para controlar sua raiva, o veloz Chuck e o volátil Bomba, que nunca tiveram suas habilidades reconhecidas. Depois de alguns porcos verdes invadirem a ilha onde moram, o trio tem que descobrir o verdadeiro plano dessa misteriosa gangue suína.

Por Pedro Tritto – Colunista CFNotícias

Tags: