Go to ...
CFNotícias on YouTubeRSS Feed

Crítica: 10 Horas para o Natal


Ah, o Natal! Se tem uma coisa que a maioria das pessoas gosta dessa época são os filmes que geralmente são cheios de ternura e amor, feitos para aquecer o coração. Esse é o caso do longa nacional “10 Horas para o Natal”, de Cris D’Amato.

O filme conta a história de três que crianças que (assim como a maioria) amam a celebração, e o “Natal dos Silva” é a época favorita delas. Porém, a separação dos pais torna o evento um verdadeiro martírio.

É então que Júlia (Giulia Benite), Miguel (Pedro Miranda) e Bia (Lorena Queiroz) decidem que irão recuperar sozinhos o Natal, pois apesar da referida separação, eles ainda continuam uma família.

Os irmãos resolvem sair sem a permissão dos pais pelas ruas de São Paulo, em busca dos itens que farão a festa em família mais que especial. Já os pais, Marcos Henrique (Luis Lobianco) e Sônia (Karina Ramil) não imaginam o que os filhos estão aprontando.

A produção passa por vários clichês dos títulos natalinos: o estreitamento dos laços (nesse caso, entre os filhos e pai), a reconciliação, o perdão, a descoberta de que a data vai muito além da forma como decoramos a casa ou o que comemos, um momento para o musical. Tudo isso é o que faz do longa uma belezinha, daqueles que a gente tem vontade de assistir comendo bolo de chocolate quentinho.

A atuação das crianças é bem dentro do esperado, o filme não exige muito do lado emocional, é uma história bem leve e divertida, mas confesso que os gritos da pequena Bia conseguiram me incomodar.

Um detalhe muito positivo é que a obra levou bem a sério esse lado mágico do Natal e conseguiu incluir o Papai Noel na narrativa de maneira bem fluida e orgânica.

Não podemos esquecer que estamos falando de um filme voltado ao público infanto-juvenil, então não teremos uma trama supercomplexa sobre os milagres de Natal, mas o resultado claramente agradará, não somente o público-alvo.

“10 Horas para o Natal” é uma ótima opção para quem procura uma opção para curtir em família e já está disponível nos cinemas. Confira!

por Carla Mendes – especial para CFNotícias

*Título assistido em Cabine de Imprensa Virtual promovida pela Paris Filmes.