Go to ...
CFNotícias on YouTubeRSS Feed

Crítica: À beira mar


abeiramarÀ beira mar é o terceiro filme dirigido pela atriz Angelina Jolie, dessa vez a escolha do conteúdo não é de uma super produção, muito pelo contrário, diferente de Invencível e de Na Terra de amor e ódio, dessa vez Jolie opta por um longa com poucas pessoas no elenco, com um cenário simples e lindo, com  diálogo e menos efeitos especiais ou ação.

O novo filme da atriz e diretora é o melhor até agora, a delicadeza das cenas e a simplicidade ajuda a evidenciar os diálogos e da um enorme destaque a atuação,  Angelina  consegue passar toda a agonia para o espectador, que fica em desespero ao ver a rotina pesada, triste e enlouquecedora da sua personagem.  E Brad Pitt não fica atrás, com um personagem mais lúcido e também melancólico, o ator faz uma interpretação muito bem construída, sem exageros, com verdade e bastante intensidade.

O longa narra a história de um casal que já não tem mais um casamento alegre e saudável, em algum momento os dois se perderam um do outro e agora são amargurados e depressivos,  Brad Pitt vê ainda esperança para seu casamento e ama sua mulher, apesar de ela ter se tornado fria, triste e indiferente a vida. O enredo deixa claro que esconde uma história por trás desse relacionamento aparentemente morno que os dois vivem, e esse enigma mantém o espectador atento aos detalhes e interessado na história.

É com a chegada dos vizinhos recém casados que o longa fica mais dinâmico e que a rotina totalmente separada de Pitt e Jolie passa a ter mais companheirismo, e é também daí que o público consegue notar alguns aspectos psicológicos da personagem psiquiatricamente perturbada de Angelina.

Tudo no longa é bom, a fotografia, a narrativa mais lenta, os diálogos, os personagens, o único ponto ruim é seu desfecho que parece ser uma solução fácil para tudo, porém mesmo o fim simples revela uma mensagem bacana ao público que assiste. Para quem gosta de longas menos dinâmicos, bem envolventes e para refletir, á beira mar é uma boa pedida.

por Tatiane Teixeira – especial para CFNotícias

Tags: