Go to ...
CFNotícias on YouTubeRSS Feed

Crítica: Bela Vingança


Estreia nos cinemas brasileiros a nova produção da Universal Pictures, com uma história original e totalmente fora dos conceitos que estamos acostumados a ver em um thriller de suspense e drama tradicionais. “Bela Vingança” (Promissing Young Woman) chega destruindo vários paradigmas sobre como a dor e a revolta podem ser canalizadas.

A jovem Cassandra “Cassie” Thomas (Carey Mulligan) possui um passado misterioso e enigmático. Poderia ter sido uma médica além de seu tempo, mas resolveu largar os estudos e trabalhar em uma cafeteria como atendente. Seus pais e amigos nunca conseguiram entender essa mudança de vida.

Mas o que ninguém sabe é que Cassie possui uma vida dupla: em algumas noites, ela sai à procura de bares ou clubes e finge estar bêbada ou drogada para enganar homens que querem apenas se aproveitar dela, aplicando a eles uma lição inesquecível.

Vou parar nessa descrição do filme para não estragar a surpresa e os deliciosos momentos que acredito que vocês terão ao acompanhar o desenrolar da trama. Fazia muito tempo em que não era surpreendido por uma obra tão cativante e surpreendente.

Carey Mulligan está sensacional no papel de protagonista. Ela carrega a produção nos ombros, não só por ser o foco da narrativa, mas porque sua interpretação não deixa margem para dúvidas sobre como devemos observar o enredo. Suas ações e pensamentos acabam por nos enredar em sinistras e sombrias definições de sociedade, relacionamentos e expectativas que os outros têm sobre nossas vidas.

É necessário que vejam a obra sem tentar adivinhar o que virá cena após cena. Deixem-se levar pela narrativa de Cassie e suas artimanhas e nuances para entender o que se passa nessa mente inteligente e vingativa.

Por mais que tentemos antecipar o que será mostrado em tela, o final é surpreendente e triste ao mesmo tempo, com uma bela pitada de uma doce  (e justa) vingança.

Vão ao cinema e aproveitem estes momentos maravilhosos na companhia de Cassie, minha mais nova heroína.

por Clóvis Furlanetto Editor

*Título assistido em Cabine de Imprensa promovida pela Universal Pictures.