Go to ...
CFNotícias on YouTubeRSS Feed

Crítica: De Pernas pro Ar 3


Com uma pegada muito atual, e com uma história para lá de divertida, “De Pernas pro Ar 3”, traz Alice Segretto, a mulher empoderada, empresária, mãe, esposa e filha, que decide se aposentar, e deixar a empresa na responsabilidade de sua mãe (Denise Weinberg) e agora de volta para o Brasil e para sua família, tem que se adaptar ao novo ritmo, o que não é nada fácil para ela.

Ingrid Guimarães, que vive mais uma vez a protagonista, está maravilhosa. Irreverente e com muito bom humor consegue passar o sentimento de ser uma mulher multitarefas que ainda está tentando encontrar um equilíbrio dentro de si para conseguir levar todas as suas atividades sem ter que abrir mão de coisas que são importantes, como sua família e seu casamento.

O filme é incrível e mesmo o gênero comédia não estando entre meus prediletos, realmente conseguiu me surpreender. A trama tem um humor muito realista, diálogos bem construídos, um enredo que convence, e ainda traz uma mensagem muito positiva de que nós mulheres podemos ser muitas coisas, que não precisamos nos prender a uma única atividade, e devemos nos apoiar e empoderar umas às outras. E ainda mais importante: ele conseguiu juntar três gerações de mulheres e passa uma autenticidade, pois o roteiro em momento algum força ou muda a personalidade delas para que se encaixe em um padrão.

Leona, a personagem vivida pela Samia Pascotto, é ainda mais representativa, pois ela representa as meninas mais jovens da nossa geração, que estão entrando no mercado de trabalho, descobrindo um mundo de oportunidades proporcionado pelas tecnologias, e que mesmo ainda tendo que lutar por muitos direitos, hoje têm portas muito mais abertas do que a geração anterior.

É um longa muito autêntico, que trata de temas sérios de forma sensível e bem-humorada, e que, sem banalizar os assuntos. Tem uma trilha sonora maravilhosa e a cidade de Paris como parte do cenário, o que é um conjunto maravilhoso, juntando-se ao fato de ter planos e fotografias lindas. A produção conseguiu fechar com chave de outro uma trilogia muito amada pelos brasileiros.

Vale muito a pena ver nas telonas.

por Amanda Mendes – especial para CFNotícias