Go to ...
CFNotícias on YouTubeRSS Feed

Crítica: As férias do Pequeno Nicolau


1 nicAs férias do Pequeno Nicolau é um longa francês, que ganha sequência após o aclamado Pequeno Nicolau de 2010, dessa vez a  história narra os dias que o garotinho vai passar na praia com sua família. O longa tem um leveza encantadora no seu enredo, assim como o primeiro, apesar de ter ganhado um olhar um pouco mais adulto, ele é uma boa pedida para quem deseja levar a família ao cinema.

Com a ida à praia o pai de Nicolau reencontra um velho amigo que tem uma filha da mesma idade de Nicolau,  o garoto escuta então seu pai dizer que os dois devem se casar, levando a frase ao pé da letra, o pequeno fica totalmente aterrorizado com a ideia e começa a pensar junto com seus amigos planos para não casar-se com a garota Isabel.

O longa é muito interessante, a abordagem da maneira como a criança vê o mundo é incrível, a simplicidade e ao mesmo tempo a complexidade de tudo, as idealizações criadas por momentos que parecem infinitos e acabam em segundos,  as atitudes inocentes, coisas que só na infância podemos sentir e viver, tudo isso é muito bem colocado pelo diretor.

A visão dos pais de Nicolau sobre os acontecimentos também são muito interessantes, as cenas em que o pai do garoto não sabe como lhe dar com o chefe, a maneira como alguns adultos encaram as autoridades e as pessoas que admiram, o medo da rejeição, tudo é construído de maneira muito parecida com o mundo real. Um outro ponto divertidíssimo do filme são algumas referências a outro longa, a sequência é cômica.

A trama é bem pensada e se difere das comédias que vemos atualmente no mercado cinematográfico, nada é apelativo, as risadas do púbico vem naturalmente ao se enxergar em alguma situação vivida pelos personagens, ou ao ver a inocência de Nicolau.  A naturalidade do longo é algo muito agradável, porém há alguns poucos momentos em que essa naturalidade se perde e fica um pouco exagerado, talvez o diretor tenha perdido um pouco a mão, mas não compromete o enredo.

Vale a pena ir ao cinema conferir As férias do pequeno litoral, o longa tem seu toque especial e deve ser prestigiado por públicos de todas as idades.

por Tatiane Teixeira – Especial para CFNotícias

Tags: