Go to ...
CFNotícias on YouTubeRSS Feed

Crítica – Halloween Kills: O Terror Continua


Chega aos cinemas a nova sequência de uma das franquias de maior sucesso do gênero terror e que provoca medo e apreensão em seus fãs desde 1978. “Halloween Kills: O Terror Continua” (Halloween Kills) é uma segue a trajetória de seu antecessor, “Halloween” (lançado em 2018) e evoca conhecidos e eficientes os elementos clássicos do horror mundial.

A história tem início momentos após a conclusão do filme anterior. Uma das mais celebradas “Final Girls” das telonas, Laurie Strode (Jamie Lee Curtis) pensa que Michael Myers (James Judy Courtney / Nick Castle), o famoso e sobrenatural psicopata que aterroriza a pequena cidade americana de Haddonfield, está finalmente morto. Mas o mal não pode ser contido ou enganado e o vilão volta das cinzas (literalmente), ainda mais cruel.

A partir daí, somos brindados com uma sucessão de acontecimentos macabros e deliciosamente assustadores, com a participação especial de vários personagens dos filmes anteriores de décadas passadas, que, de alguma maneira, sobreviveram aos ataques de Michael.

Em “Halloween Kills: O Terror Continua”, o roteiro de Danny McBride, Scott Teems e David Gordon Green – este também à frente da direção – oferece o melhor do terror clássico como o uso de muito sangue cenográfico, pessoas correndo e não conseguindo fugir (ainda que o serial killer siga a passos lentos).

A novidade fica por conta do fato de que agora a população da cidade, e não mais apenas algumas figuras isoladas – começa a caçar Michael Myers, que passa a ocupar lugar de presa e não de predador. Uma mudança significativa em um tipo de produção que tem como base sempre a figura sombria do assassino no encalço de suas vítimas.

Para quem vai começar a acompanhar a saga só agora, ou mesmo para os que desejam rememorar acontecimentos já vistos, há muitas cenas de flashback que ajudam a compreender melhor a história e respondem dúvidas pendentes sobre alguns fatos do passado dos personagens.

Esta é a segunda parte da trilogia inédita que será encerrada em 13 de outubro de 2022 com “Halloween Ends”, então saiba que, uma vez que haverá tal continuação, o final desta obra “intermediária” é totalmente aberto. Mas, em minha opinião, os acontecimentos deste ponto em específico foram tão bem pensados, que não saí da sala de cinema com aquele vazio típico de quando temos uma produção que não se conclui.

É um filme para assistir nas telonas, mas com todos os protocolos de segurança cumpridos, é sempre bom lembrar. Não falarei para levar toda a família (mesmo porque a classificação indicativa é para maiores de 16 anos), além de ser necessário deixar alguém em casa, para o caso de Myers estar no cinema com você.

por Clóvis Furlanetto – Editor

*Título assistido em Cabine de Imprensa promovida pela Universal Pictures.