Go to ...
CFNotícias on YouTubeRSS Feed

Crítica: Homem-Formiga


001Chega aos cinemas nacionais o espero longo de um herói ou super nada convencional, ele é o Homem-Formiga (Ant-Man), isso mesmo é uma pessoa do tamanho de uma formiga que combate o crime, salva os inocentes e bate nos vilões. Você deve estar se perguntando como isso é possível, mas  isso n]ao é nada que uma boa história, bom roteiro e ótimas atuações não resolvam.

Este pequeno (desculpem o trocadilho) combatente do crime surgiu nos quadrinhos  da Marvel em 1962 e já foi um dos Vingadores. O doutor Henry Pym descobriu uma partícula (que batizou com seu sobrenome) e usou em um experimento que lhe concedeu a capacidade de diminuir de tamanho ao de uma formiga e ganhar a mesma agilidade e força  deste diminuto ser, ou seja, teve multiplicadas suas capacidades físicas em comparação a um homem comum.

Nesta versão para a tela grande o doutor Pym (Michael Douglas) é um velho cientista que em seus anos dourados usou o uniforme de herói, mas agora precisa que outro assuma o posto e o escolhido é o gatuno Scott Lang (Paul Rudd) que precisa aprender rápido a dominar os novos poderes antes que um vilão impiedoso faça mal uso das tecnologias e da partícula Pym.

Peço a você leitor que preste atenção em um dos personagens secundários que tem o nome de Luis (Michael Peña) sua participação é hilária. A Marvel tem conseguido realizar um feito incrível em minha opinião: manter uma história de super-heróis com um toque de comédia que não atrapalha e nem interfere na ação e diversão. Na realidade me senti dentro de uma história em quadrinhos de verdade. As cenas pareciam páginas de uma revista. Os diálogos bem coordenados e recheados de tudo o que precisamos para acompanhar a trama sem cansar demais e sem contar às atuações que nem precisam ser descritas aqui em detalhes, pois você verá pessoalmente.

Inclusive a passagem do uniforme do doutor Pym para Scott Lang não foi traumática e nem mal explicada, foi bem convincente, mesmo o fã mais purista do personagem, acredito eu, não ficará traumatizado.

Há muitas citações aos Vingadores ou seus membros, preste bem atenção, pois tudo pode estar ligado para produções futuras.

E não vá embora correndo do cinema quando acabar o filme, há duas cenas adicionais uma antes e outra após os créditos finais, fique você não vai se arrepender.

Vá ao cinema preparado para se divertir.

Clóvis Furlanetto – editor CFNotícias

Tags: