Go to ...
CFNotícias on YouTubeRSS Feed

Crítica: Juntos Para Sempre


Até onde vai o amor de um cãozinho por seu tutor? O que ele seria capaz de fazer para passar o maior tempo possível ao lado de quem ama? Bem, na continuação do longa Quatro Vidas de um Cachorro”Bailey (voz de Josh Gad) mostra, mais uma vez, sua fidelidade a Ethan.

O longa “Juntos para sempre” (A Dog’s Journey) é dirigido por Gail Mancuso. A história narrada pelo “Amigão” começa calma na fazenda onde Ethan (Dennis Quaid) e Hannah (Marg Helgenberger) vivem uma vida tranquila e muito feliz, ao lado da neta C.J. (Abby Ryder Fortson) e da nora Glória (Betty Gilpin). O cãozinho não entende o porquê o filho de Hannah (que faleceu em um acidente aéreo) foi embora e não voltou mais, contudo ali eles têm tudo que precisam.

Hannah é extremamente apegada à neta e desempenha maior parte das tarefas que a mãe da garotinha deveria fazer. Contudo Glória – além de detestar cães – não é feliz com a vida que leva e sonha em alavancar sua carreira no mundo da música. Enquanto isso, a amizade de Ethan e Bailey permanece intocável.

Após um desentendimento, Glória leva a filha embora, deixando Hannah desolada. Nesse mesmo período, Bailey começa a adoecer e é um pouco antes do fim de mais uma vida juntos que Ethan dá ao seu “Amigão” um novo propósito a vida do cachorrinho: Cuidar de CJ.

É nesse momento que a história ganha uma nova protagonista e a vida de C.J. (agora interpretada por Emma Volk) passa a ser o centro das atenções. A garotinha, já um pouco maior, é negligenciada pela mãe e conta com a ajuda de seu melhor amigo Trent (Ian Chen) para adotar e esconder a cachorrinha “Molly”, que neste momento já é a nova encarnação de  Bailey.

O único ponto negativo fica para o fato de apesar da boa atuação, a maquiagem utilizada em Ethan e Hanna para dar o aspecto de envelhecimento ser um pouco caricata. Todavia, os atores seguram bem os papéis e isso pode até passar despercebido para parte dos espectadores.

O filme emociona, e é uma história que agrada pessoas de qualquer idade, pois o foco principal é o amor e o cuidado. A forte relação entre homem e o seu pet também é mais um fator sensível.

Vale lembrar que esta é uma adaptação do best- seller homônimo de Bruce W. Cameron (que também é um dos roteiristas do filme), que cativou milhões de pessoas pelo mundo. A fotografia e as paisagens são lindas e dão um toque todo especial ao longa.

Ótima opção para família. Não perca!

por Carla Mendes – especial para CFNotícias