Go to ...
CFNotícias on YouTubeRSS Feed

Crítica: Mate ou Morra


Depois de alguns adiamentos, temos a estreia nos cinemas brasileiros de “Mate ou Morra” (Boss Level), uma produção que promete dar um nó nos cérebros mais despreparados para o tema viagem no tempo, mas que será diversão garantida para quem procura por ação ininterrupta.

Roy Pulver (Frank Grillo) é um ex-oficial militar com habilidades especiais, e que, sem fazer ideia da causa, está preso no mesmo dia, revivendo as mesmas situações e chegando à mesma conclusão: o fim de sua vida, de maneira violenta. E, entre uma morte e outra, ele percebe que pode haver mais coisas por trás desta inexplicável situação em que se encontra.

Com a participação de Mel Gibson como o vilão Coronel Clive Ventor, e Naomi Watss como Jemma Wells – cientista e ex-exposa de Roy -, seremos levados a uma montanha-russa de eventos, emoções, situações improváveis e muita ação.

Quando o tema é viagem no tempo, sempre há a preocupação na continuidade de um roteiro que seja viável. Mas quando a transição temporal é um loop – ou seja, reviver o mesmo dia – fica mais fácil, pois as situações são as mesmas e muda apenas a forma de resolução pelo protagonista.

Isso quer dizer que veremos as mesmas cenas, algumas vezes durante o filme, mas sempre de formas diferentes. Então, não fique preocupado que não é cansativo e nem causa a sensação de uma repetição aleatória de cenas para economizar no orçamento.

O roteiro de Chris Borey, Eddie Borey e Joe Carnahan (este último, também à frente da direção) é bem executado e contribui para o entendimento de cada repetição de cena e as ações estão bem coreografadas e dirigidas com muita precisão.

A sensação é de que tudo foi pensado, produzido e executado com eficiência para termos a sensação de movimento e mudança. É diversão garantida e com um final surpreendente que deve agradar muitos, assim como deixar outros atônitos.

Aproveite a chance e vá ao cinema para uma sessão de muita aventura e boas surpresas.

por Clóvis Furlanetto – Editor Timelord

*Título assistido em Cabine de Imprensa promovida pela Imagem Filmes.