Go to ...
CFNotícias on YouTubeRSS Feed

Crítica: NCIS (Terceira Temporada)


Depois de duas temporadas de experimentações e alguns episódios irregulares, a série NCIS definitivamente toma um rumo definitivo a partir de setembro de 2005. É no terceiro ano que a série entra nos eixos e engrena de vez.

Aqui, entendemos melhor as características dos principais personagens e qual o papel de cada um na trama. Destaque para Tony DiNozzo (Michael Weatherly), que nos diverte com sua paixão por filmes e Abbs (Pauley Perrette), que dá um show com sua inteligência ao analisar cada pista que aparece em seu laboratório.

Claro que também temos que citar o agente especial Gibbs (Mark Harmon), que mais uma vez esbanja experiência na hora de esclarecer os detalhes mais confusos de cada caso.

Mas, quem merece atenção especial, é a agente da Mossad (Serviço Secreto Israelense), Ziva David (Cote de Pablo), que chega com tudo e mais um pouco para ocupar o lugar deixado por Caitlin “Kate” Todd (Sacha Alexander), que saiu da sitcom após a segunda temporada.

Durona, bonita e letal, a israelense traz intensidade para a equipe de investigadores. Logo em sua apresentação, por exemplo, a espiã já mostra seu sangue frio e precisão ao enfrentar Ari Haswari (Rudolph Martin), o terrorista que fez Ducky (David McCallum) e seu assistente de refém na primeira temporada, além de causar outros grandes estragos na vida dos heróis.

Se Kate era uma profissional mais analítica e calculista, Ziva tem um estilo mais brutal, tanto que não tem medo de partir para o confronto corpo a corpo com o oponente. Grande virtude para o time, já que essa força ajuda a intimidar os suspeitos.

Outra personagem que passamos a conhecer na terceira temporada é Jenny Shephard (Lauren Holly), ex-parceira de Gibbs que acaba assumindo a direção da NCIS. Uma chegada muito interessante para o programa, pois é ela quem mais tira o protagonista da zona de conforto, já que possui uma história amorosa com ele, além de uma autoridade que acaba irritando o agente em certos momentos.

Com 24 episódios, a terceira temporada é tão cativante que é fundamental não só para a sequência da jornada dos principais personagens, mas também para NCIS se tornar a referência que é até hoje entre os seriados policiais.

Guia de episódios:

1- A Caça de Ari – Parte 1

2 – A Caça de Ari – Parte 2

3 – Jogos mentais

4 – Espicios da Guerra Civil

5 – Mudança de rumo

6 – Nas mãos Voyeur

7 – Código de honra

8 – Sob disfarce

9 – Inocente Acusado

10 – Probie

11 – Modelo de comportamento

12 – Encaixotados

13 – Mentira

14 – Sono Leve

15 – De cabeça para baixo

16 – O segredo de família

17 – Feroz

18 – Isca viva

19 – Gelado

20 – Intocável

21 – Banho de sangue

22 – Em perigo

23 – Por um triz – Parte 1

24 – Por um triz – Parte 2

por Pedro Tritto – Colunista CFNotícias