Go to ...
CFNotícias on YouTubeRSS Feed

Crítica: “O Touro Ferdinando”


Este mês de janeiro está repleto de novidades, inclusive a estreia de uma atração emocionante, sensível e repleta de aventura. Estou falando da animação da Fox, “O Touro Ferdinando” (Ferdinand).

Com direção do brasileiro Carlos Saldanha (da franquia “A Era do Gelo”), o longa é uma adaptação do livro infantil de mesmo nome do autor Munro Leaf e ilustrado por Robert Lawson, uma das obras literárias mais lidas em todo o mundo, por sua história cativante e singela de um touro que adora cheirar as flores e viver no campo longe das terríveis touradas da cidade de Madri na Espanha.

Nesta versão para o cinema, conhecemos Ferdinando ainda jovem, vivendo em uma fazenda de criação de touros para eventos e touradas. Mas, por obra do destino, ele consegue fugir e é adotado pela pequena Nina e seu pai, porém muitos anos depois ele acaba voltando ao local para onde nunca pensou em retornar e agora deve enfrentar um destino que poderia ser cruel – não fosse a ajuda de novos amigos que fez pelo caminho possa se salvar.

Raras vezes me deparei com uma animação tão cheia de sentimentos e paz, a mensagem que nos passa é que não precisamos ser tão apressados, egoístas, cheios de falta de tempo para nada. Devemos parar um pouco e apreciar as flores de nossa vida, pois ela passa muito rápido.

O enredo é bem estruturado, os personagens parecem ganhar vida nas hábeis mãos de Saldanha e sua equipe, e podemos mergulhar na linda alma de Ferdinando e suas aventuras.

Vá ao cinema e abra seu coração para as rosas que estarão em seu caminho, pois caso contrário só encontrará espinhos.

Por Clóvis Furlanetto – editor