Go to ...
CFNotícias on YouTubeRSS Feed

Crítica: “Resident Evil 6 – O Capítulo Final”


Resident Evil foi apresentado ao mundo como forma de jogo há pouco mais de 20 anos. O sucesso do game, que fala sobre a Terra devastada por um terrível vírus que transforma todo ser vivo em zumbi foi tanto, que a saga acabou ganhando uma franquia cinematográfica de seis filmes, estrelada por Milla Jovovich, e que arrecadou bilhões de dólares ao longo de 15 anos entre a primeira e a mais recente produção.

Em “Residente Evil 6 – O Capítulo Final” (Residente Evil 6 – The Final Chapter), Alice (Milla Jovovich) está de volta à Raccoon City, local onde o surto do T-Vírus começou, com a promessa de uma cura para a epidemia. Ela, e outros sobreviventes terão que correr contra o tempo antes que a temida Umbrella Corporation destrua o que resta do planeta. Vale lembrar que a obra sofreu atrasos de três anos, em decorrência da gestação da protagonista.

A nova produção de Paul W. S. Anderson explora a ação em sequências de tiros e combates bem executados, marca registrada dos filmes. Destaque para as cores utilizadas na composição do cenário: a predominância do amarelo, marrom e tons mais escuros dão ar de secura, desespero: um mundo apocalíptico.

Ao que tudo indica, este é, de fato, o adeus da franquia nas telonas, uma vez que consegue responder a questões pendentes dos episódios passados. Há uma linha cronológica que resgata situações vividas pelas personagens durante os 15 anos, permitindo que quem não conhece a história de início possa situar-se sobre o que e porque acontece, e qual será o desfecho da trama. As pontas soltas da obra são finalizadas com sucesso.

A questão “Girl Power” é um espetáculo à parte. É notável a liderança feminina de Alice, e o apoio de figuras como Claire Redfield (Ali Later), Abigail (Ruby Rose) e demais atrizes que sempre mostraram personalidade forte e independente ao longo do tempo.

O filme que ainda conta com nomes como William Levy, Shawn Roberts, Eoin Macken e Iain Glen em seu elenco promete surpresas do início ao fim, principalmente para os fãs da saga.

Vale conferir.

por Fernanda Ravagi – especial para CFNotícias