Go to ...
CFNotícias on YouTubeRSS Feed

Crítica: Rio 2


Continuação do longa de 2011, “Rio 2” leva às telas preciosidades do Brasil, que é bonito por natureza. Na nova aventura, o cenário migra da cidade maravilhosa para o pulmão do mundo: a Amazônia.

A arara azul Blu (Jesse Einsenberg), junto com sua esposa Jade( Anne Hathaway) e seus três filhos Tiago( Piercie Gagnon), Bria (Amandla Stenberg) e Carla( Rachel Crow), e demais companheiros do último filme, resolvem ir para a floresta amazônica após descobrirem, por intermédio de uma notícia, que seus tratadores Túlio (Rodrigo Santoro) e Linda ( Leslie Mann) encontraram outras araras azuis.

rio2textoAo partirem do Rio de Janeiro se deparam com uma esplendorosa viagem que tem como parada, pontos turísticos como a cidade de Ouro Preto,MG, a Esplanada dos Ministérios, DF, entre outros logradouros brasileiros. Uma história inesquecível para as personagens.

A animação, feita em 3D, logo de início, coloca seus gráficos à prova retratando a virada do ano em Copacabana. Fogos de artifícios, pessoas – e animais – comemorando a chegada de 2014 e música de qualidade, deram veracidade à história.

Dirigido por Carlos Saldanha( Rio e A Era do Gelo), o filme aborda, de maneira inocente a questão do desmatamento; mostra o quão prejudicial ele é e, para amenizar a problemática da realidade, e levá-la as telas do público infantil ,dá graça aos vilões, que se mostram presentes em todas as brechas da história.A copa do mundo também não ficou de fora. Tanto na troca de cidades sedes dos jogos, quanto na trama, uma leve crítica ao modelo brasileiro de resolver seus problemas com futebol.

Assim como no primeiro filme, a trilha sonora é um espetáculo à parte. Uma mescla de cultura americana e brasileira. Músicas de artistas como Carlinhos Brown, Barbatuques, Sérgio Mendes e John Powell, fazem de “Rio 2” um harmonioso ponto de encontro de grandes vozes. Não será surpresa se ela, novamente, concorrer ao Oscar de “Melhor Trilha Sonora”, em 2015.

A obra chega aos cinemas dia 27 de março para mostrar que, além dos problemas que existem em nosso solo, o Brasil é um país de vasta cultura e diversão de sobra.

por Fernanda Ravagi – especial CFNotícias

Tags: