Go to ...
CFNotícias on YouTubeRSS Feed

Crítica: Tom & Jerry – O Filme


Chega aos cinemas a mais antiga rivalidade de que se tem notícia na história mundial: a tradicional rixa entre gato e rato levada aos seus extremos está representada na nova produção da Warner Bros., com  dois dos personagens mais queridos das animações e que causam as maiores confusões agora na grande tela também: “Tom & Jerry – O Filme” (Tom & Jerry) promete muitas risadas e situações sensacionais fora do contexto tradicional de uma animação.

Esses icônicos personagens da década de 1940 criam confusões, armadilhas mortais (sem deixar sequelas), corridas alucinantes e armas de destruição que fogem de qualquer “normalidade”. Mas, vocês devem se perguntar se é realmente um desenho animado para toda a família e a resposta é sim. As tramas das animações desta época foram criadas com a base de uma violência sem vítimas e não conheço ninguém que virou um agressor depois de assistir na infância a estas produções.

Vemos muito mais violência nas redes sociais digitais e na televisão do que nos episódios de Tom & Jerry ou outro personagem antigo. Então, o filme é uma deliciosa obra de animação que fará com que os fãs veteranos embarquem em uma volta nostálgica no tempo e com os novos possam ver em toda a sua glória dois personagens que marcam as épocas.

É uma mistura entre realidade e ficção, pois Tom & Jerry são desenhos contracenando com atores e atrizes reais. A grande ideia desta produção é que optaram por todos os animais em cena serem animações, o que cria uma realidade mais crível, pois é como se fosse um universo onde são totalmente normais as atitudes mais humanas e conversas destes maravilhosos seres, peludos ou não.

As atuações, coreografias e interações entre personagens reais e ficcionais foram muito bem produzidas, temos a nítida sensação de naturalidade entre todos os elementos. A trama base é a chegada de Tom & Jerry em Nova York, em busca de novos ares – é claro que se encontram e causam confusões

A ação de verdade acontece em um grande hotel, no qual haverá um casamento de pessoas famosas. Tom é convocado a ajudar a jovem Kayla (Chloë Grace Moretz) a manter seu emprego no local, mas tudo dependerá da captura de Jerry – o que significa que não será uma missão das mais fáceis.

Fora o destaque para o trabalho de Michael Peña (muito divertido em cena), não contarei mais nada, pois a surpresa é necessária e qualquer informação adicional estragará sua diversão. Vale apenas dizer que há muitos elementos clássicos e alguns Easter Eggs que fazem toda a diferença e devem agradar a plateia.

A estreia oficial de “Tom & Jerry – O Filme” no Brasil está agendada para a próxima quinta-feira, 18 de fevereiro, mas a partir de hoje (11) já estão liberadas algumas sessões – confira os horários disponíveis nas redes distribuidoras.

Siga as normas de segurança e vá ao cinema curtir essa nova aventura da dupla de personagens mais carismática e caótica da animação mundial.

por Clóvis Furlanetto – Editor Cartoon

*Título assistido em Cabine de Imprensa promovida pela Warner Bros. Pictures.