Go to ...
CFNotícias on YouTubeRSS Feed

Crítica: Vice


Chega aos cinemas o drama biográfico “Vice”, que, para quem é fã das artimanhas e desvios políticos será um prato cheio acompanhar a carreira do político Dick Cheney (Christian Bale) em sua ascensão dentro do Partido Republicado dos Estados Unidos.

Temos um início conturbado mostrando um Dick mais novo, totalmente descompromissado e sem interesse em mais nada do que sair com os amigos para beber. Neste ponto ele é colocado na parede por sua esposa Lynne Cheney (Amy Adams) que faz um ultimato: ou segue as orientações dela ou o casamento acaba.

Claro que ele segue a primeira opção e somos transportados ao início de sua carreira política como estagiário do congressista Donald Rumsfeld (Steve Carrell) que será seu guru político nos próximos anos.

Entre as diversas mudanças de poder em Washington Cheney – com uma bagagem invejável – é convidado a ser o vice na chapa de George W. Bush (Sam Rockwell), mas sabendo que o cargo é apenas uma nomeação sem grandes aspirações, decide fazer uma proposta para aceitar a parceria: que tenha amplos e poderes no governo como uma forma de auxiliar melhor o novo presidente.

E a partir deste momento vemos mais intrincados e sombrios caminhos do poder político de uma das maiores nações do mundo moderno. Serão jogos, acordos e concessões que farão qualquer um ficar enjoado.

A atuação mais do que realística de Bale no papel principal aliada a uma maquiagem excepcional nos faz acreditar que o verdadeiro Dick Cheney é quem está na tela. Steve Carrel também não fica atrás e dá um show de interpretação para aqueles que duvidavam que o comediante não poderia ser dramático. Amy Adams é um espetáculo à parte como o cérebro por trás do estadista, pois é por meio de seu constante e inteligente apoio que  seu marido consegue mudar o jogo do poder.

Este filme é um delicioso passeio narrativo, com uma trama muito bem estruturada e com leves toques de humor de um narrador que a princípio parece não ser parte da trama, mas você irá se surpreender.

Agora é com você, aventure-se nesta magistral obra cinematográfica e conheça os bastidores do jogo mais sujo do planeta: a política. E como seus jogadores estão dispostos a fazer de tudo para não perder o poder conquistado.

por Clóvis Furlanetto – Editor

Tags: , , ,