Go to ...
CFNotícias on YouTubeRSS Feed

Crítica: Um Homem Entre Gigantes


Pôster de Um Homem Entre Gigantes

Com a preocupação de falar sobre os perigos que o futebol americano pode causar, “Um Homem Entre Gigantes” (Concussion em inglês) é um ótimo drama. Com grande atuação de Will Smith, o longa reacende a discussão sobre os limites e o quanto as jogadas violentas podem prejudicar o esporte mais amado dos Estados Unidos.

Além disso, o filme cativa porque sua principal intenção não é querer acabar com o esporte abordado e, sim, alertar para um problema que ainda assusta não só os jogadores, mas também todos os envolvidos com esse tipo de entretenimento.

Prova disso é a fala do protagonista Dr. Bennet Omalu (Smith), durante uma palestra com os membros da NFL (Liga Profissional de Futebol Americano), em que diz que não odeia futebol e que todo jogador deve saber que pode ter a mente afetada por causa do número excessivo de pancadas na cabeça.

Baseado em fatos reais, a trama acompanha um médico nigeriano que mora há anos nos Estados Unidos. Depois de fazer a autópsia de um famoso ex-jogador do Pittsburgh Steelers, ele descobre a Encefalopatia Traumática Crônica (ETC), que, de acordo com os estudos realizados, afeta aos atletas de futebol americano.

Buscando alertar sobre o problema, Omalu publica um artigo sobre a doença em uma famosa revista científica. A partir daí, ele compra uma briga enorme com a própria NFL e todos que amam o esporte em questão.

O filme também se destaca por causa de Will Smith, um verdadeiro show à parte. Na pele de um personagem inspirador, o ator emociona ao trazer a verdade comovente de alguém que faz inúmeras reflexões sobre sua trajetória e seu sonho de morar na América.

De ponto negativo, a subtrama que mostra a relação entre o protagonista e sua esposa (Gugu Mbatha-Raw). Retratada de maneira rasa e superficial, o casamento de Bennet com Prema é um ponto que não acrescenta muita coisa para história. No entanto, isso fica longe de afetar a diversão que há por trás do filme.

Para quem gosta de futebol americano, “Um Homem Entre Gigantes” é um filme imprescindível, mesmo não tendo tantas cenas do jogo em si. De forma sutil, faz um alerta importante não só para quem deseja praticar essa modalidade, mas também para todos que curtem esse esporte.

por Pedro Tritto – Colunista CFNotícias

Tags: , ,