Go to ...
CFNotícias on YouTubeRSS Feed

Editora Valentina lança “A História do Cinema para quem tem pressa”


A Sétima Arte é o tema do sexto título da coleção best-seller Para quem tem pressa, com mais de 400 mil exemplares vendidos. Em 200 páginas de A História do Cinema para quem tem pressa, o leitor conhecerá os Inventores e os Pioneiros do cinema (como Thomas Edison e Os Irmãos Lumière), o nascimento e o fim dos Grandes Estúdios nos EUA, os reflexos no cinema a partir das Primeira e Segunda Guerras Mundiais, os Expressionismos Alemão e Francês, o impacto das produções com som e o surgimento da TV, o Neorrealismo Italiano e a Nouvelle Vague, o início e as fases do Cinema Brasileiro, Animações e Contracultura, por exemplo. O livro reúne fotos históricas e destina-se a leigos, pesquisadores e estudantes, em linguagem acessível.

“Como se trata de uma história longa e repleta de versões, a ideia aqui é criar no leitor o estímulo para leituras mais aprofundadas e mais ramificadas. Informar, instigar, provocar e abrir novas janelas para o conhecimento do audiovisual estão entre os principais objetivos desta obra, um livro que não tem a pretensão de esgotar nem o tema (por si só inesgotável), nem a paciência do leitor mergulhado nessa louca contemporaneidade que já é, por si só, apressada”, define o autor Celso Sabadin, sócio-fundador da Abraccine – Associação Brasileira de Críticos de Cinema.

Indústrias cinematográficas da Índia, Nigéria, China, Japão, Irã, Dinamarca (e seu Dogma 95), Coreia do Sul são cobertas pelo autor, assim como franquias, continuações e remakes.

Conheça alguns fatos marcantes levantados por Celso Sabadin na obra:

*Dizem as enciclopédias que o cinema foi inventado pelos Irmãos Lumière, em 28 de dezembro de 1895, mas não é possível determinar um dia exato e uma única paternidade para a invenção.

*Em função do Kinetoscope, os norte-americanos consideram Thomas Edison o inventor do cinema. Contudo, historiadores do restante do planeta afirmam que o Kinetoscope não foi o marco inicial da atividade cinematográfica.

* O cinema se espalhou com muita rapidez pelo planeta: África do Sul, Brasil, Argentina, México, China, Austrália, Guatemala e Egito em 1896; Cuba, Peru, Tailândia e Japão em 1897; Indonésia, Senegal e Coreia em 1900.

*Surgiu, em 1915, o filme considerado um dos grandes clássicos do cinema norte-americano: O Nascimento de uma Nação. Épico de duas horas e meia com qualidade jamais vista nos EUA.

Ficha Técnica:

Título: A História do Cinema apara quem tem pressa

Autor: Celso Sabadin

Editora: Valentina

Páginas: 200

Formato: 14×21 cm

ISBN 978-85-5889-066-3

Preço: R$ 34,90 (livro físico) / R$ 26,90 (e-book)

ISBN 978-85-5889-067-0

Tiragem: 20.000 exemplares

Público: Juvenil/Adulto (12+)

da Redação CFNotícias