Go to ...
CFNotícias on YouTubeRSS Feed

Entrevista: Fefê Torquato e Sidney Gusman falam sobre a graphic novel “Tina – Respeito”


Na tarde de ontem, 13 de setembro, participamos de um bate papo incrível com a quadrinista Fefê Torquato e com o editor de livros e especialista em quadrinhos Sidney Gusman. A coletiva aconteceu para divulgar o novo lançamento da graphic novel “Tina – Respeito”, e rendeu uma discussão interessante sobre as ideias de criação, inspirações e como o público tem recebido a mensagem transmitida nos quadrinhos.

“Tina – Respeito” aborda um tema delicado que infelizmente ainda perpetua na sociedade: o assédio sexual. A personagem Tina é uma jovem de 22 anos, recém-formada em jornalismo que passará por situações desagradáveis no ambiente de trabalho. Quando Sidney Gusman convidou Fefê Torquato para realizar esse projeto, tinha certeza que ela era a pessoa certa para construir essa história.

Fefê estava há dois anos sem produzir um quadrinho e comentou que ficou muito empolgada com o convite. A princípio mencionou que só começou a se conectar com a personagem quando desenvolveu a ideia central. Ao ser questionada sobre o processo de criação da história, a quadrinista falou um pouco sobre o feminismo interseccional, e mencionou que sempre foi “revoltada” desde bem novinha, quando não aceitava a diferença de tratamento que a mãe recebia do pai.

Hoje em dia, é raro encontrar uma mulher que não tenha enfrentado algum tipo de assédio. Fefê contou que após o lançamento do quadrinho, tem recebido diversas mensagens de mulheres que se identificaram com o assédio sofrido por Tina. Sidney falou sobre o processo de escolhas dos temas dos graphics, que é essencial que eles abordem temas sociais e que mantenham uma linguagem que consiga abranger todas as idades.

Sobre a recepção do público, a dupla afirmou que tem sido incrível: os quadrinhos chegaram a esgotar na Bienal e as sessões de autógrafos nas livrarias têm sido bem agitadas. Gusman contou que chegou a receber mensagens de haters nas redes sociais, nas quais alguns pouquíssimos homens discordavam do conteúdo da história, e foi brilhante em deixar o seguinte questionamento para eles: “O que você não concorda comigo? Que uma mulher não deve ser assediada?”. Isso foi o suficiente para deixá-los sem resposta.

Sidney apresentou todas as edições das graphics novels e falou sobre a importância desse novo modelo de quadrinhos abordarem assuntos que antes não eram muito comentados. Também contou que a linguagem utilizada nas histórias requer muita atenção, pois o objetivo sempre será cativar e representar todos os tipos de público.

“Tina – Respeito” já está disponível em bancas e livrarias. E logo tem resenha aqui no site.

Crédito das fotos: Victória Profirio.

por Victória Profirio – especial para CFNotícias