Go to ...
CFNotícias on YouTubeRSS Feed

“Maze Runner” assume o ‘controle’ do Waze em ação para promover lançamento


O fim da trilogia Maze Runner traz mais uma ação da Fox Film do Brasil para os fãs da saga, o aplicativo Waze será invadido pelos Clareanos até o dia 31 de janeiro. Serão três ações distintas dentro do app: os Zero-Speed Takeovers, que são os anúncios que aparecem quando o carro está parado e servem como outdoors digitais, os Pins com o logo do filme no mapa, e a ferramenta Busca, onde ao buscar por um cinema o usuário é impactado pelo logo do filme. “Maze Runner – A Cura Mortal” estreia amanhã, dia 25 de janeiro.

Antes do filme estrear nos cinemas, os Zero-Speed Takeovers serão acionados enquanto o Wazer estiver navegando pelo aplicativo. Em situações de trânsito pesado, os takeover irão comunicar uma brincadeira entre o tema do filme e o momento do motorista: “O trânsito está um labirinto? Espere até o dia 25 para ir aos cinemas!”.

Além disso, os Wazers poderão clicar no botão “Lembre-me” para receberem uma notificação lembrando do dia do lançamento do filme. Por esta notificação, os Wazers poderão conferir o trailer e comprar ingressos para assistir a “Maze Runner – A Cura Mortal”.

Depois da estreia, os principais cinemas de São Paulo e Rio de Janeiro serão sinalizados com um PIN do Maze Runner, informando aos motoristas nas proximidades dos shoppings/cinemas onde ele poderá conferir a aventura.

Wazers que pesquisarem por locais shoppings/cinemas, serão impactados pelo anúncio em Search, com o logo, nome e banner do filme, preparando os espectadores antes mesmo de chegarem às salas de cinema.

Sinopse:

No final épico da saga Maze Runner, Thomas lidera seu grupo de Clareanos em fuga em sua missão final e mais perigosa até então. Para salvar seus amigos, eles devem invadir a lendária Última Cidade, um labirinto controlado pela CRUEL que pode vir a ser o labirinto mais mortal de todos.

Qualquer um que o complete vivo, receberá respostas às perguntas que os Clareanos têm feito desde que chegaram ao labirinto.

da Redação CFNotícias