Go to ...
CFNotícias on YouTubeRSS Feed

Nat Geo lista razões para assistir à série “Ilhados no Alasca”


Já imaginou como é o dia a dia das pessoas que moram no Alasca? Com certeza, não é fácil. Para os curiosos, a nova série do National Geographic, Ilhados no Alasca mostra a vida dos 65 moradores de Port Protection, uma vila improvisada no sul do Alasca.

Os episódios mostram como os moradores se preparam para lidar com as adversidades de morar no Alasca, que inclui alimentação, preparação para o inverno e como o poder da Natureza influencia suas vidas.

Ilhados no Alasca estreia no dia estreia no dia 07 de agosto, às 23h20 e conta com belíssimas imagens da natureza do local, sendo uma boa pedida para viajar sem sair de casa.

Confira abaixo alguns motivos pelos quais você deve assistir à nova série do National Geographic:

O incrível cenário do Alasca

Na série são apresentadas vistas infinitas de lagos, florestas, praias intocadas, um pôr do sol incrível e outras imagens maravilhosas. Entretanto, neste local isolado, a beleza da natureza tem um outro lado: inverno rigoroso, ursos furiosos e escassez de alimentos.

A dinâmica humana

Em uma pequena comunidade com uma média de apenas 65 pessoas na ilha é bem provável que tenham conflitos de personalidade. É exatamente isso que a série mostra, embora na maioria das vezes as pessoas estejam ocupadas demais tentando sobreviver. O amor ao próximo é uma coisa muito real, assim como os jantares regulares que a comunidade compartilha.

As fascinantes técnicas de sobrevivência

Na natureza selvagem, tudo se resume a garantir que você possa cuidar de si e da sua família, especialmente com o inverno rigoroso no horizonte. No Alasca, o inverno não é comum e se você não caçar carne de veado suficiente para toda a temporada, pescar ou pegar madeira suficiente para se aquecer e se preparar adequadamente, não sairá vivo.

O povo peculiar

Isolar-se da sociedade não é para qualquer um. Essas pessoas são duras em um nível totalmente novo. Gary Muehlberger, por exemplo, é considerado por muitos como o ancião da vila, pois vive no Alasca há 39 anos junto do seu cachorro Trapper – eles são o foco da série.

Embora muitos dos moradores tenham sido educados nessa vida, também existem aqueles que fogem da cidade à procura de uma vida repleta de aventura. Os recém-chegados ao grupo são recebidos de braços abertos e são mostradas as técnicas para fazer sua nova vida funcionar para eles.

da Redação CFNotícias