Go to ...
CFNotícias on YouTubeRSS Feed

“Viúva Negra” chega aos Cinemas e ao Disney+ através do Premier Access


O tão esperado retorno de Natasha Romanoff está muito próximo: na próxima sexta-feira, 09 de julho, estreia “Viúva Negra” (Black Widow), o novo filme da Marvel Studios que poderá ser visto nos cinemas e no Disney+ através do Premier Access com um pagamento único adicional.

Na nova produção, um thriller de espionagem repleto de ação, Romanoff – também conhecida como Viúva Negra – enfrenta o mais sombrio de seus negócios inacabados, lidando com uma conspiração perigosa que tem ligações com o seu passado.

O filme, que terá uma pré-estreia no dia 08 de julho nas salas de cinema disponíveis, marca o retorno de Scarlett Johansson ao papel de Viúva Negra. Por sua vez, com o filme, as atrizes Florence Pugh (Yelena) e Rachel Weisz (Melina) e o ator David Harbour (Alexei) fazem sua estreia no Universo Cinematográfico Marvel.

Os laços familiares segundo Florence Pugh

No centro da história de “Viúva Negra” está a trama de laços familiares que fizeram de Natasha a mulher que é hoje, com Yelena como figura fraterna e Melina e Alexei como figuras materna e paterna, respectivamente.

‘Este filme é sobre nossa família, de onde viemos, de quão machucados estamos e como podemos reparar tais machucados”, disse Florence Pugh recentemente, e completou com humor: “Somos uma família russa louca, alienada e barulhenta”.

Por sua vez, a atriz descreveu a relação entre Natasha e Yelena como “confusa, rude e emocional”, mas garantiu que o vínculo que as une é “muito forte e especial”, e é isso que move fundamentalmente a alma do filme.

Além disso, a história lança luz sobre o que acontece na Sala Vermelha durante o treinamento das Viúvas, revelando o sistema implacável do qual essas mulheres fazem parte, as condições que devem suportar e o que pode ser feito para libertá-las.

“Todas as Viúvas ficaram, de alguma maneira, presas, e este filme mostra a vida que foi tirada delas, e como Natasha e Yelena começam a se recuperar”, concluiu Pugh.

da Redação CFNotícias